Inicio Contato
 
Clima Tempo
 
Publicidade:
Do Drinks
Vereadora Lúcia
Gonzaga Materiais de Construçãoo
Farmácia Loba
 
12/06/2018 às 06:06
 

Com 42 anos de união, casal conta como a prática de atividade física juntos melhora a saúde e fortalece o amor

Com 42 anos de união, casal conta como a prática de atividade física juntos melhora a saúde e fortalece o amor

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

O que falta no relacionamento de muitos casais tem de sobra na união entre João Santos Souza, de 72 anos, e de Maria do Carmo Bittencourt Souza, de 68. Amor, companheirismo, cuidado, parceria, união e muito movimento são alguns dos segredos dessa relação duradoura que já soma 42 anos.

A sintonia e a jovialidade dos dois deixa qualquer casal novinho no “chinelo” e chega até a dar inveja aos sedentários de plantão. Neste Dia dos Namorados, o Acorda Cidade conta a história desse casal, que retrata muito bem as diversas fases do amor. Que não há idade para amar, muito menos para ser feliz. O casal é um exemplo daqueles encontros traçados pelo destino e de que o amor vence o tempo e também qualquer barreira.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

João e Carminha se conheceram ainda na infância, através dos pais que tinham fazendas nos municípios de Laje e São Miguel das Matas. Tornaram-se amigos e durante a adolescência tiveram uma rápida paquera. Naquela época era comum as famílias que moravam no interior, mandarem os filhos estudarem em cidades maiores e assim foi feito. João foi morar em Vitória da Conquista e Carminha foi morar em Salvador. O destino separava os dois jovens e novas experiências estavam por vir.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

Por algum tempo o casal de correspondeu por cartas apaixonadas, até o fator distância tornar-se mais forte. Não se falaram mais e foram viver suas vidas um longe um do outro. João ficou noivo e Carminha estava focada nos estudos. Muitos quilômetros separaram o casal, até que se reencontraram depois de cinco anos.

A noiva de João faleceu em um triste acidente e o jovem ainda abalado com as circunstâncias foi convidado pelos irmãos mais velhos que moravam em Salvador para que também fosse residir na capital baiana. E assim ele fez.

A notícia que João estava em Salvador, logo se espalhou entre os amigos e chegou até os ouvidos de Carminha. Um dia ela resolveu visitá-lo, o convidou para mostrar a cidade e assim a começava uma linda história de amor.

Carminha conta que quanto reencontrou o amado, o coração bateu mais forte. Sentiu frio na barriga e mesmo há anos sem vê-lo, era como se soubesse que seria para sempre.

“Namoramos durante três anos, nos casamos em Salvador e tivemos três filhos. Moramos em Guarajuba, na Vila de Itapema e há três anos, a convite de uma filha nossa, viemos morar em Feira de Santana. Eu tenho problema de coluna e isso foi piorando pela falta de atividade física. Começamos juntos a fazer fisioterapia e em seguida resolvemos fazer o pilates”, relata Carminha.

Sempre juntos

O pilates chegou à vida de João e Carminha como forma de unir ainda mais o casal e fortalecer o relacionamento. Tanto na sintonia da convivência diária, como também na disposição, melhora da qualidade de vida e autoestima.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

Eles não perdem uma aula e fazem os exercícios muitas vezes juntos. E com eles não tem moleza não. A dupla protagoniza séries de exercícios mais complexas, com direito a se pendurar nos aparelhos e ainda posar para as melhores fotos.

João conta que sempre está buscando fazer coisas junto com a esposa e que isso nunca foi motivo de resistência ou discordância entre o casal. O tempo inteiro um está ao lado do outro, na vida, nos afazeres domésticos, nas aulas de pilates, dança de salão e no grupo de oração que participam no condomínio onde moram.

“Estamos sempre um ao lado do outro. A gente procura viver em paz, conversar sempre e chegar a um acordo. Nesse tempo todo nunca nos separamos”, afirma.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

Para Carminha, o segredo do amor duradouro entre ela e o companheiro é buscar ter uma vida mais leve. “Escolher ser feliz. Viver com amor, viver bem e assim tudo se torna melhor”, acrescentou.

A fisioterapeuta e professora de pilates Tamires Bião confirma com conhecimento de causa a relação de cumplicidade e amor que vive o casal. Ela salienta que é impossível não perceber o carinho que um tem pelo outro e a vontade que cada um tem de ser ainda melhor.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

“Eles têm muito carinho e nas aulas gostam de desafios. Um sempre quer mostrar para o outro que consegue e está alcançando os objetivos. Eles estão evoluindo juntos a cada dia e não querem ficar parados no tempo. Essa parceria traz muitos benefícios para a saúde e eles se motivam. Carminha chegou com problemas de coluna e hoje já não sente mais dores. João fica feliz de ver que ela hoje está bem e também quer dar o seu melhor. É uma parceria saudável e eu fico muito orgulhosa deles”, comentou.

Durante aula de pilates, o casal dá uma paradinha rápida para beber uma água, demonstrar um carinho e dar um beijinho. João adora quando o exercício é novo e faz questão de mostrar seu vigor e jovialidade. Ele garante que disposição entre o casal não falta nem pra namorar. Tanta mobilidade só melhora e nenhum dos dois pode reclamar.

Dia dos Namorados

Além de fazer pilates, dança de salão, Carminha e João curtem fazer um programinha a dois e também com os amigos. No Dia dos Namorados a comemoração já está agendada e o casal vai dançar um forrozinho e comer uma pizza na companhia dos amigos.

Viajar também é uma das atividades favoritas eles e estão sempre de bem com a vida, distribuindo energia e sendo exemplo para toda a família.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

Carminha enfatiza que tentou passar o melhor da convivência a dois e do casamento com João na educação dos filhos. Hoje o relacionamento dos filhos busca o exemplo dos dois e todos querem viver uma relação duradoura e cheia de companheirismo como a dos pais.

Eternos Namorados

João e Carminha se declaram como eternos namorados e como almas gêmeas que tinham se encontrar através do destino. O amor da adolescência, hoje está mais sólido, maduro, mas não perde a sua leveza e o seu frescor. Prova disso são os sorrisos dos dois, os olhares que trocam um com o outro e até a forma de conversar. A doçura está em cada palavra, assim como o respeito e o prazer que eles sentem de compartilhar a vida. Tantos anos de casamento passaram por problemas, dificuldades, momento felizes e tudo valeu a pena.

Foto: Rachel Pinto/Acorda Cidade

Carminha enfatiza que a harmonia é o que move a união, assim como pensar e se colocar no lugar do outro.

“Sempre foi assim. Tudo com muita compreensão e diálogo”. E João finaliza, “Buscar sermos felizes, até o fim”.


Acorda Cidade

 
 
 
Mais Informações
Alunos fazem rifa e ajudam professor com salário atrasado. Assista! 19/05/2018 às 11:05
Alunos fazem rifa e ajudam professor com salário atrasado. Assista!
Feirenses se mobilizam para o combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes 19/05/2018 às 05:05
Feirenses se mobilizam para o combate ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes
Colégio Adventista é condenado a indenizar aluna em R$ 12 mil por prática de bulliyng 26/05/2018 às 06:05
Colégio Adventista é condenado a indenizar aluna em R$ 12 mil por prática de bulliyng

Mus e Brasil
 
Humanize
 
Dayana Silk
 
Ponto Certo
 
 
 
 
 
Rede Social
Facebook
Twitter
Adicione aos Favoritos
Contato
© Alnoticiasichu 2016 - Todos os direitos reservados