Inicio Contato
 
Clima Tempo
 
Publicidade:
Gonzaga Materiais de Construçãoo
Pio Paladar
Vereadora Lúcia
Farmácia Loba
 
04/10/2018 às 20:10
 

Uefs é a 60ª melhor universidade do país e a Ufba é a 14ª, segundo o RUF

 Uefs é a 60ª melhor universidade do país e a Ufba é a 14ª, segundo o RUF

Foto: Divulgação

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) ocupa o sexagésimo lugar no Ranking Universitário Folha (RUF/2018), obtendo a pontuação de 62,5. Entre as universidade públicas obteve a posição de número 51. Foram avaliadas 107 instituições públicas e 89 privadas.

Na Bahia é a terceira ficando atrás da Universidade Federal da Bahia (Ufba), que é a 14ª melhor do país e da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) que ocupa o 51º lugar.

A 1ª colocada, a Universidade de São Paulo (USP), que voltou ao topo da lista – nos dois anos anteriores a instituição paulista tinha sido desbancada da liderança pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) que, agora, com nota 97,29 ocupa a segunda posição.

A nota global de cada universidade é obtida por meio de cinco indicadores, com diferentes pesos, que totalizam 100 pontos: qualidade do ensino, percepção do mercado de trabalho, inovação, pesquisa acadêmica e internacionalização.

As melhores na Bahia
14º Universidade Federal da Bahia (Ufba)
51º Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc)
60º Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs)
89º Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb)
99º Universidade do Estado da Bahia (Uneb)
119º Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB)
123º Universidade Salvador (Unifacs)
166º Universidade Católica do Salvador (Ucsal)
178º Universidade Federal do Sul da Bahia (Ufesba)
179º Universidade Federal do Oeste da Bahia (Ufob)


A Uefs

De acordo com a pesquisa, a Universidade Estadual de Feira de Santana galgou várias posições, saindo do 63º para o 60º lugar no cenário nacional, obtendo a pontuação de 62,5. Nas avaliações específicas, que fazem parte do conceito geral do RUF, alguns cursos da Uefs se destacam nacionalmente. O curso de Enfermagem ocupa o 20º lugar, Farmácia o 22º, História o 28º e Odontologia o 21º. O curso de Agronomia é o 53º e avançou 61 posições em relação a 2015, tornando-se o segundo melhor avaliado da Bahia.

Os cursos de Enfermagem, Farmácia, Física, História, Odontologia e Pedagogia estão posicionados como os melhores entre as universidades públicas estaduais da Bahia. E Administração, Agronomia, Biologia, Ciências Contábeis, Computação, Engenharia Civil, Geografia, Letras, Medicina e Química em segundo lugar neste ranking.

O reitor da Uefs, professor Evandro do Nascimento, encara os resultados com uma importante reflexão. "Apesar dos cortes orçamentários, da perda de docentes com titulação de mestre e doutor devido a aposentadorias, do impacto da redução de verbas de pesquisas oriundas da Capes, da Fapesb e do CNPq, a Uefs segue como uma universidade de boa reputação acadêmica. Mas é preciso fazer um alerta: essa situação adversa não sustentará essa reputação indefinidamente. É preciso reverter o ciclo recente de financiamento inferior ao necessário", disse.

O ranking avalia, anualmente, os cursos de graduação de universidades e faculdades públicas e particulares de todo o Brasil com base em dados nacionais e internacionais, analisados nos seguintes aspectos: pesquisa, ensino, mercado, internacionalização e inovação.


A Ufba
A Ufba, como já mencionado, é a 14ª melhor entre 196 universidades brasileiras em 2018, em 2017 era a 15ª no Ranking Universitário Folha (RUF). Neste ano ela obteve 87,16 de nota total, ante 97,52 da 1ª colocada, a USP.

Em paralelo ao ranking das universidades propriamente, a avaliação de 40 cursos distintos, não só das 196 universidades que o compõem, mas também das faculdades isoladas e centros universitários do país, num total de 2.400 instituições, considera apenas dois indicadores, ou seja, a qualidade do ensino e a percepção do mercado de trabalho. Assim, um aspecto fundamental da qualidade dos cursos, a pesquisa, fica de fora desse exame. Como faculdades isoladas e centros universitários estão, por lei, desobrigados de fazer pesquisa, temos que deixá-los fora nessa parte do trabalho.

Assim se explica porque bons cursos da Ufba, fortes no indicador pesquisa não estão na lista dos 10 melhores do país, enquanto outros se encontram bem classificados nesta primeira faixa, caso de Arquitetura, Comunicação e Administração, entre outros.

É possível, navegando-se pelo RUF, ver os dados de cada uma das 196 universidades consideradas para cada indicador e cada curso. Veja aqui

Acorda Cidade com informações das assessorias de comunicação da Uefs e da Ufba

 
 
 
Mais Informações
'Nada é impossível', diz jovem que saiu da zona rural para ser médico 11/08/2016 às 11:08
'Nada é impossível', diz jovem que saiu da zona rural para ser médico
Pai constrói abrigo para filha não esperar ônibus na chuva em Tocantins 15/08/2016 às 10:08
Pai constrói abrigo para filha não esperar ônibus na chuva em Tocantins
Educa Mais Brasil disponibiliza bolsas de estudo em Araci 15/08/2016 às 15:08
Educa Mais Brasil disponibiliza bolsas de estudo em Araci

PitStop
 
Dayana Silk
 
DJ Ralfk
 
Jhon Motos
 
 
 
 
 
Rede Social
Facebook
Twitter
Adicione aos Favoritos
Contato
© Alnoticiasichu 2016 - Todos os direitos reservados