Inicio Contato
 
Clima Tempo
 
Publicidade:
Alcy Modas
Pio Paladar
SINSPUC
Do Drinks
 
18/05/2019 às 05:05
 

Após temporada no Japão, Del Feliz 'puxa o fole' para forró ser patrimônio cultural do Brasil

Após temporada no Japão, Del Feliz 'puxa o fole' para forró ser patrimônio cultural do Brasil

Foto: Bahia Notícias / Priscila Melo

O cantor Del Feliz, natural de Riachão de Jacuípe, há 20 anos tem se dedicado ao forró. Em sua trajetória, o artista além de espalhar o forró pelo Brasil já viajou por cerca de 50 países divulgando o gênero musical nordestino. "É uma experiência da qual eu me orgulho muito. Encontrar com culturas, pessoas e comidas diferentes é enriquecedor. Mas fazer isso e ao mesmo tempo levar um pouco da nossa cultura é ainda mais gratificante", declarou Del ao Bahia Notícias. 

 

A última viagem internacional do cantor foi para o Japão. O forrozeiro realizou sete apresentações em quatro cidades: Tóquio, Yokohama, Guma e Hamamatsu, entre os dias 28 de abril e 5 de maio. "Participei do evento 'Brasil A2 Forró Festival', e lá tinha mais de uma dúzia de países. Tinha japoneses dando aula de forró. É um projeto incrível e eu já saí de lá convidado para voltar em março e em maio do ano que vem. Mas eu conclui que sair de Salvador em maio é muito complexo, porque voltei agora com a agenda bem puxada. Acho que vou manter essa história de voltar para lá, porque a resposta foi muito boa, tinha gente de muitos países e foi legal ver a forma que os japoneses estão se empenhando para aprender português e querendo conhecer o Nordeste por causa do forró", contou Del. 

 

Outra ação realizada pelo artista relacionada ao forró é o apoio que ele tem fornecido ao movimento que luta para que o ritmo seja registrado como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil. Nesta terça-feira (14), o cantor participou de um fórum na Assembleia Legislativa que abordou a questão do registro. "Tantos outros patrimônios culturais vem se respaldando com esse registro e o forró ainda não. Nos últimos anos eu tenho participado como palestrante atuante dessa história. Viajei por vários estados dando palestra, discutindo e trabalhando com o objetivo de que a gente consiga êxito nessa empreitada toda. Mas hoje nós já temos praticamente certeza que no ano que vem o forró será registrado como Patrimônio Imaterial do Brasil", indicou.  

 

"Existe todo uma formalidade a ser seguida, uma logística até através do Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), mas o processo já está em andamento e graças a deus a gente tem uma tranquilidade", completou. 

 

Del foi responsável por criar a música que se tornou símbolo da campanha do movimento. O cantor convidou Elba Ramalho, Flávio José, Alcymar Monteiro, Santanna, Ton Oliveira, Tato (Falamansa) e Nando Cordel para participar da gravação da música que tem sido exibida nos fóruns em que se discute a questão do forró. 

 

 

 

"A participação na Assembleia foi uma iniciativa da deputada Fabíola Mansur, que também responde por ciência e tecnologia, educação e cultura. Para nós é muito bacana porque alguns outros deputados também estão envolvidos. E é impossível essa questão do registro caminhar sem os representantes legais desse lado político né? Estamos nos sentindo que a Bahia tem abraçado essa luta. Tivemos um plenário lotado de forrozeiros, e isso é um sinal de que abraçamos direito essa causa que é fundamental". 

 

A partir do dia 26 de maio Del Feliz começa um evento no Mercado Iaô promovendo para o público uma festa com clima junino. A primeira edição da festa contará com shows do grupo pernambucano Fulô de Mandacaru e de Margareth menezes. "Esse projeto Iaô vai marcar um ponto diferenciado do cenário pré junino de Salvador. Vai ser uma festa completa, vamos transformar o espaço em um arraiá, com quadrilha junina, um correto, forró pé de serra, cordel, poesia, comida típica, e brincadeiras. Queremos fazer uma festa completa e por isso estamos convidando muita gente", contou o artista.  

 

Del Feliz está com uma agenda cheia para o São João, o cantor passará por Feira de Santana, Amargosa, Coração de Maria, Caruaru em Pernambuco e outros diversos locais. "Nos últimos anos minha agenda tem sido cada vez mais extensa. Estou sempre ressaltando que o São João da Bahia é uma referência grande para o Brasil. Salvador tinha um histórico de não ter São João nos dias principais. O pessoal resolver fazer e a princípio tinha sempre atrações de vários estilos com o argumento de que o forró não traria um sucesso para o evento e isso foi desmistificado com o passar do tempo, hoje o São João é uma festa praticamente só do forró". 

 

“Eu acho que o São João é de fato uma festa representativa da nossa cultura, eu não diria só baiana, ou nordestina, mas brasileira mesmo. A gente teria talvez no São João uma festa cultural mais completa, que fala de tudo e muito me honra, ter no meu trabalho essa relação com essa festa”, finalizou o cantor. 

Bahia Notícias

 
 
 
Mais Informações
Forró da Xica vai agitar Serrinha neste São João 23/05/2018 às 17:05
Forró da Xica vai agitar Serrinha neste São João
Morre aos 91 anos mestre de capoeira Ananias Ferreira 22/07/2016 às 10:07
Morre aos 91 anos mestre de capoeira Ananias Ferreira
Encontro Black Power valoriza beleza da mulher negra em Feira de Santana 24/07/2016 às 07:07
Encontro Black Power valoriza beleza da mulher negra em Feira de Santana

Jhon Motos
 
Ciso
 
PitStop
 
Mus e Brasil
 
 
 
 
 
Rede Social
Facebook
Twitter
Adicione aos Favoritos
Contato
© Alnoticiasichu 2016 - Todos os direitos reservados